"O TRABALHO DIGNIFICA O HOMEM"

http://httpwwwluizfelipelopesdiascombr.blogspot.com/

sexta-feira, 19 de maio de 2017

ALMANAQUE GERAL FERROVIARIA - ABPF RJ

video
AUTOMOTRIZ RFFSA RDC1 Buffet - M553.
ESTRADA DE FERRO CENTRAL DO BRASIL - LINHA DO CENTRO
1989 TRANSPORTOU CONVIDADOS COM PARTIDA DA GARE DON PEDROII CENTRAL DO BRASIL PARA A ANTIGA CABINE DE SINALIZAÇÃO Nº3 ENGENHO NOVO.
INAUGURAÇÃO DA SEDE DA ( ABPF) ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PRESERVAÇÃO FERROVIARIA NO RIO DE JANEIRO.
Vídeo exclusivo: Amante das Ferrovias João Bosco Setti Obrigado amigo.

VER TAMBEM EM:
AUTOMOTRIZES OU LITORINAS JÁ TIVEMOS TRENS DE PRIMEIRO MUNDO.https://www.facebook.com/luizfelipe.lopesdias/media_set?set=a.719887178097236.1073741962.100002278828310&type=3&uploaded=94 Fotos do Livro:Carros Budd no Brasil-1: os trens que marcaram época - Por José Emílio de Castro Horta Buzelin http://books.google.com.br/books?id=ywQ_swflb7MC&pg=PA110&lpg=PA110&dq=automotrizes+budd&source=bl&ots=YJ34yDv52s&sig=n9vBS0uHGmkV4WhhpT0yINj5B7s&hl=pt-BR&sa=X&ei=dlYfVPjCCurGsQTv_oHQCA&ved=0CCoQ6AEwBA#v=onepage&q=automotrizes%20budd&f=false

http://httpwwwluizfelipelopesdiascombr.blogspot.com.br/2017/05/almanaque-geral-ferroviaria-inauguracao.html

segunda-feira, 1 de maio de 2017

ALMANAQUE GERAL FERROVIARIO "COMEÇO DA ELETRIFICAÇÃO DA E.F.C.B."

ESTRADA DE FERRO CENTRAL DO BRASIL - LINHA DO CENTRO.
TORRES DE REDES AÉREAS FABRICADAS NA INGLATERRA E TRAZIDAS PARA O BRASIL, SERVIRAM A NOSSAS PRIMEIRAS COMPOSIÇÕES ELÉTRICAS, ESTA DE MINHAS LENTES ERA A ULTIMA AINDA EM USO NO KM 04.
RIO DE JANEIRO BRASIL.
ÁLBUM: MINHAS LENTES
https://www.facebook.com/luizfelipe.lopesdias/media_set?set=a.1361271417292139.1073742169.100002278828310&type=3&pnref=story


British Steel Corporation (BSC), formada em 1967 através da nacionalização das empresas siderúrgicas do Reino Unido.
Warrington cidade da (Inglaterra)
England - Inglaterra.





"POR AMOR AS NOSSAS FERROVIAS"

http://httpwwwluizfelipelopesdiascombr.blogspot.com.br/2017/05/almanaque-geral-ferroviario-comeco-da.html

sexta-feira, 21 de abril de 2017

ALMANAQUE GERAL FERROVIARIO "MARCARAM ÉPOCA"!

Obrigado Hugo Caramuru por seu acervo deste série 100 e por essa viagem de volta a minha infância.

Cheiro da lona de freio quando paravam, O barulho do compressor quando armava, a Buzina, O chiado do ar comprimido quando era liberado, Seus ventiladores eram bonitos ops: antes de terem as pás quebradas, o tranco que dava quando voltava a andar, o ronco do carro motor na reta de velocidades, tinha também uma válvula dentro do carro que quando acionada a composição não andava, já assisti isso acontecer por dois homens que o fizeram e saltaram, e o maquinista foi ao local para fecha-la e seguir viagem.
Viajar na porta era "perigoso e proibido", mais uma aventura onde se curtia detalhes diferentes que sentado no carro, eu o fazia sim mais com o trem quase vazio, procurava uma porta já aberta com a outra fechada com o vidro quebrado ( que não era difícil de se encontrar) para colocar meu braço com apoio de segurança nos balanços de curvas.
Eu embarcava em Cascadura no Direto e soltava em São Francisco Xavier para pegar o parador voltando pois soltava no Riachuelo e o direto não parava lá.
O direto eu curtia sua velocidade e a curva entre Engenho de Dentro e Méier em Todos os Santos, balançava parecendo que ia sair dos trilhos.

ALBUM DE FOTOS MINHAS LENTES
BARÃO DE MAUA - LEOPOLDINA - RIO DE JANEIRO BRASIL
https://www.facebook.com/luizfelipe.lopesdias/media_set?set=a.593214847431137.1073741885.100002278828310&type=3&pnref=story

http://httpwwwluizfelipelopesdiascombr.blogspot.com.br/2017/04/almanaque-geral-ferroviario-marcaram.html



domingo, 5 de fevereiro de 2017

ALMANAQUE GERAL FERROVIARIO "LUBRIFICADORES DE FRISOS".

Em minhas caminhadas por leitos ferroviários me deparei com está caixa  com eixo cardã, que logo registrei em minhas lentes próximo ao KM03 da Estrada de Ferro Central do Brasil linha do centro no leito da antiga e saudosa Estrada de Ferro Leopoldina, postando no meu Facebook 10/10/2016 https://www.facebook.com/luizfelipe.lopesdias/posts/1163860930366523?hc_location=ufi para colher info de especialistas do ramo ferroviário sobre meu achado, onde foi muito curtida mais não obtive qual seu significado operacional.
Foi quando no dia 04/02/2016 pesquisando encontrei postagem do Amante da Ferrovia 
Vanderlei Antonio Zago  https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1262342687180944&set=a.500376283377592.1073741882.100002156754354&type=3&theater no qual agradeço por suas, sempre louváveis e enriquecidas por onde suas lentes passam, O que tanto queríamos saber com fotos e seus comentários abaixo.

Lubrificadores de frisos do trecho entre Águas da Prata a Cascata, no Ramal de Poços de Caldas. A foto foi na época da Fepasa. Detalhe da instalação dele.

Detalhe da instalação dele, mostrando o pino móvel acionado pela passagem do friso das rodas, que o acionava.

 Detalhe do reservatório de graxa especial que era utilizado nessa época.

"LUBRIFICADORES MODERNOS"
video

http://httpwwwluizfelipelopesdiascombr.blogspot.com.br/2017/02/almanaque-geral-ferroviario.html

domingo, 22 de janeiro de 2017

ALMANAQUE GERAL FERROVIARIO ASSALTO AO TREM PAGADOR.

Um dos roubos mais espetaculares da história aconteceu no dia 8 de agosto de 1963 há quase 48 anos, e envolveu 16 pessoas no condado de Buckinghamshire, Inglaterra. Na ação, o bando levou de um trem postal a espetacular quantia de 2 631 784 libras esterlinas em notas miúdas, hoje em dia o equivalente a cerca de 9 milhões de reais (Brasil).
Duas conhecidas gangues de Londres a South West e a South East ("Sudoeste" e "Sudeste", em português) juntaram suas forças para pôr o crime em prática. Entre os bandidos estavam um antiquário, um renomado cabeleireiro londrino, um ex-boxeador  que já foi propietário de uma boate e uma pequena editora. E claro, o carpinteiro Ronald Biggs que se tornou mundialmente famoso por ter se refugiado no Brasil.
Os ladrões descobriram que um trem do correio recolhia os depósitos de bancos da Escócia e os levava para a capital inglesa. Eles estudaram a rota e os horários da locomotiva, além de escolher a dedo a data do crime: o dia seguinte a um feriado bancário, quando o trem carregaria os depósitos de dois dias.
Por volta das 3 e meia da manhã, o trem passava por uma região conhecida como Sears Crossing. Lá havia uma sinaleira que, ao acender uma lanterna de cor âmbar, indicava parada obrigatória cerca de 1 quilômetro adiante nos trilhos, os ladrões simularam a luz de alerta e tomaram de assalto o trem. O maquinista foi obrigado a levá-los à próxima estação, onde foi descarregado o dinheiro. Acuado pela ação da polícia, o grupo abandonou às pressas o esconderijo, contratando um comparsa para limpar os rastros. No entanto, o faxineiro se limitou a surrupiar metade da dinheirama. Detalhe: o traidor nunca foi localizado pela polícia.
Em apenas 28 minutos, Ronald Biggs e seus 14 cúmplices realizaram em 1963 a façanha do assalto ao trem pagador Glasgow-Londres, que passou para a história como o "roubo do século XX".Os bandidos celebraram também o aniversário de 34 anos de BIGGS, naquele 8 de agosto, com muita cerveja e charutos após o assalto.
A Scotland Yard descobriu impressões digitais nos quatro cantos da casa, o que facilitou a identificação dos assaltantes.

Menos de um mês depois, a maior parte da gangue já frequentava a fila do bandejão do presídio mais seguro da Inglaterra. Foi condenado a 30 anos de prisão mas fugiu após 15 meses 
Depois de passar quase dois anos encarcerado, em 8 de julho de 1965, o ex-carpinteiro Biggs, corrompendo funcionários da penitenciária, conseguiu escapar da prisão dentro de um caminhão que levava móveis.
Em Paris, ele fez cirurgia plástica e depois fugiu para a Espanha, e Austrália por três anos. Com medo de ser reconhecido, escapou para o Panamá e finalmente em 1970 na Cidade Maravilhosa - Brasil.
Do total roubado, a polícia só recuperou 350.000 mill libras
 Pousou as malas na areia de Copacabana e dedicou-se a viver uma vida de luxo e de excentricidade. Granjeou fama de playboy e conquistador, e conhece a sua segunda mulher (com quem se viria a casar em Inglaterra apenas em 2002), a brasileira Raimunda Rothen.
Com quem teve um filho de nome Mike Biggs.
Integrante da Turma do Balão Mágico e atualmente vive na Inglaterra, onde mantinha contato com o pai.
Por volta de 1974, as autoridades da Scotland Yard, que nunca desistiram do caso, localizaram-no no Rio e ameaçavam pôr fim ao exílio dourado. Mais uma vez Biggs vencia o jogo do gato e do rato: Raimunda estava grávida e não havia maneira de as autoridades brasileiras permitirem a extradição do futuro pai.

Foragido da justiça Inglesa, Biggs foi sequestrado em 1981 por uma gangue de aventureiros, que o levou até Barbados esperando receber alguma recompensa da polícia britânica. O plano acabou desmascarado, e Biggs fez uso de brechas na lei para ser mandado de volta ao Brasil.
Dedicou-se a viver uma vida de luxo e de excentricidade. Granjeou fama de playboy e conquistador.
Famoso por sua investidas em mulheres, ele certa vez disse: 
"Já disseram que desde que fugi tive 2,5 mil namoradas.

No Rio de Janeiro  bairro de Santa Teresa, passou 36 anos vivendo como fugitivo morando em uma confortável casa, sete anos depois do assalto.
Biggs publicou livros.
 Deu entrevistas e entreteve turistas, que queriam a todo o custo tirar fotografias a seu lado e ansiavam por ouvir as suas histórias. Em 1978 chegou a participar na gravação da música “No one is innocent", da mítica banda de punk Sex Pistols, e foi a figura central do hit “Ronald Biggs prá presidente”, do grupo Os Intocáveis.
Em 2001, sofreu um derrame no Brasil e resolveu voltar para a Grã-Bretanha. Ao chegar ao país, ele foi imediatamente preso.

Mas mesmo no fim da vida, e mesmo no cárcere, Biggs não perdeu o espírito irreverente e continuou aprontando. Biggs estava na prisão de Belmarsh, com a saúde debilitada, os carcereiros decidiram manter as várias portas até a sua cela abertas para que ele pudesse ir ao banheiro de três em três horas durante a noite, já que só conseguia andar se arrastando e não conseguia chegar longe. Até que uma noite ele saiu da cela e não voltou. Deixou um bilhete: "Cheers! – I’m back to Rio" (Algo como "Saudações! – Voltei para o Rio")."Foi um alerta geral, Belmarsh foi sitiada, vieram helicópteros, batalhão de choque, todos atrás dele". O velho Biggs estava escondido no armário do banheiro, morrendo de rir enquanto todo mundo o procurava.

Ronaldo"Ronie"Arthur Biggs sofreria ainda mais dois derrames e outros problemas de saúde, até conseguir um indulto e sua saída da prisão em 2009 quando foi libertado 
 O secretário de Justiça inglês Jack Straw disse que libertou o criminoso por razões humanitárias dois dias antes de completar 80 anos.
Ronald Biggs morreu aos 84 anos na manhã do dia 18 de dezembro de 2013, em uma casa para idosos, em Londres. Ele foi velado sob as bandeiras britânica e brasileira em 3 de janeiro de 2014 e no mesmo dia seu corpo foi cremado.
Texto:https://pt.wikipedia.org/wiki/Ronald_Biggs

Fotos: Diversas pesquisas

http://httpwwwluizfelipelopesdiascombr.blogspot.com.br/2017/01/almanaque-geral-ferroviario-assalto-ao.html

domingo, 15 de janeiro de 2017

ALMANAQUE GERAL FERROVIARIO - ANTIGA GARE E PÁTIO DE BONDES

 Acima exclusiva acervo Hugo Caramuru

FOTOS: MINHAS LENTES
CASCADURA - RIO DE JANEIRO  BRASIL.

Por analogia, as localidades por onde os bondes circulavam nas ruas e bairros do Rio de Janeiro tiveram seu progresso contando com a locomoção de pessoas deste antiquíssimo e erradicado meio de transporte.
Os Bondes se tornaram no passado o principal fator de desenvolvimento e integração das áreas Cariocas por percorrerem quase toda cidade.
Alguns bairros vivem hoje relegados a um papel secundário devido ao descaso das autoridades governamentais, sito aqui nosso Metrô seja por superfície ou subterrâneo na expansão de suas linhas a passos de cagado ao longo dos tempos de erros na elaboração e execução de projetos com algumas estações faraônicas e percursos modificados por políticos a seu Bel Prazer fora da área técnica.
Se observarmos os trilhos do bonde,existia um desvio que era para o bonde que chega-se antes esperar a saída do que estava estacionado na gare.
Frente da  Gare Rua Nerval de Gouvêia invadida por um comercio de comidas e bebidas.

o Bonde fazia o contorno para voltar para Jacarepaguá e lá parava enfrente ao Colégio Arte e Instrução.

A entrada do pátio foi invadida e o mesmo construiu um bar.
Abaixo o que era uma pequena estação, existia bancos longos de madeira para as pessoas esperarem os bondes e um toalete para os passageiros, que era fechado, para usá-lo tinha que apanhar as chaves com o chefe da estação.
Ao lado existia uma passagem, uma porta aberta, onde existia um balcão com quiches os quais os trocadores prestavam contas das cobranças efetuadas na viagem e o motorneiro as ocorrências havidas, no local havia WC e pias para uso dos empregados da Light.

 1959 Rua Nerval de Gouvêia os trilhos saindo da antiga gare e do lado esquerdo a Estrada de Ferro Central do Brasil estação de trens suburbanos de Cascadura. 
Acervo: foi um Rio que passou http://www.rioquepassou.com.br/2008/10/27/suburbio-de-cascadura-anos-50/comment-page-1/#comment-27608

"Obrigado Amigos pelo legado aos mais novos"
http://httpwwwluizfelipelopesdiascombr.blogspot.com.br/2017/01/almanaque-geral-ferroviario-antiga-gare.html

domingo, 18 de dezembro de 2016

ALMANAQUE GERAL FERROVIARIO "COREANO ROTEM"

ESTRADA DE FERRO CENTRAL DO BRASIL - LINHA DO CENTRO - SUPERVIA
FOTOS EXCLUSIVAS DE MINHAS LENTES
RIO DE JANEIRO BRASIL.
POSTADO NO:
https://www.facebook.com/luizfelipe.lopesdias/media_set?set=a.748755811877039.1073742005.100002278828310&type=3

Fabricados pela empresa coreana Rotem, responsável pela parte mecânica e estrutural, os trens tiveram a parte elétrica desenvolvida pela japonesa Toshiba. Com um investimento de cerca de US$ 100 milhões, cada trem tem capacidade para transportar 1.300 passageiros (228 sentados, em bancos individuais, e 1.072, em pé) e é composto por quatro vagões contíguos, interligados por uma espécie de sanfona, o que permite aos passageiros passar de um vagão ao outro.
INOVAÇÕES
Além de espaço para portadores de deficiência, a nova composição é equipada com sistema de refrigeração computadorizado. Um software regula o clima interno e impede a brusca mudança de temperatura quando as portas se abrem, neutralizando, assim, o contato com o ar quente. Um computador de bordo, facilmente monitorado online pelo maquinista, assim como um novo indicador de itinerário, com letreiro luminoso, visível na frente e nas laterais e modificado da cabine pelo próprio maquinista, são alguns dos recursos de tecnologia implantados nas novas máquinas.
CONCEPÇÃO DO DESIGN
Desde o início, a idéia foi “humanizar” o equipamento, criando facilidades para a circulação do usuário. Os critérios que definiram o projeto foram orientados para criar um ambiente totalmente inovador em relação aos trens anteriores e para despertar no usuário um sentimento de valorização por parte dos prestadores do serviço. O conceito transportar pessoas, conduzindo a vida humana através do sistema circulatório da cidade foi construído com base no sistema circulatório orgânico, em analogia ao transporte de passageiros.
Para contrapor a frieza do aço e do ferro — materiais encontrados em grande quantidade nesse tipo de transporte —, os novos trens foram idealizados para que os passageiros se sentissem num ambiente desenhado para eles e não apenas para os trilhos.
O formato da máscara frontal foi concebido de acordo com as restrições impostas pelo fabricante dos trens, em concordância com a engenharia original. A nova programação visual e o redesenho dos faróis proporcionaram uma aparência mais moderna e harmoniosa. O padrão das listras que incorporam a frente com a lateral do trem foi definido com o objetivo de integrar a composição externa ao projeto do interior.
Os assentos foram desenhados de acordo com a disposição interna, gerando uma linha com 3 modelos de bancos. Com a finalidade de facilitar a limpeza e o arranjo estético do conjunto, eliminando vãos e reentrâncias no interior do trem, foi criada, também, uma saia para a parte inferior dos bancos. A definição da padronagem gráfica dos assentos e encostos acompanhou o arranjo cromático do projeto, e o revestimento ganhou tecido anti-chama de alta gramatura.










CHEGADA A ESTAÇÃO DON PEDROII CENTRAL DO BRASIL

http://httpwwwluizfelipelopesdiascombr.blogspot.com.br/2016/12/almanaque-geral-ferroviario-coreano.html